SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número1Prevalência da automedicação na população estudantil do Instituto Politécnico de BragançaQual a importância da violência contra mulheres na Revista Portuguesa de Saúde Pública? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Revista Portuguesa de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0870-9025

Rev. Port. Sau. Pub. v.28 n.1 Lisboa  2010

 

Avaliação da espiritualidade dos sobreviventes de cancro: implicações na qualidade de vida

 

Cândida Pinto 1; José Luís Ribeiro 2

 

1 Professora-coordenadora na Escola Superior de Enfermagem do Porto, licenciada em Enfermagem (área de Saúde Infantil e Pediátrica), e doutorada em Psicologia área de especialização Psicologia da Saúde pela Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação da Universidade do Porto.

2 Professor associado com agregação da Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação da Universidade do Porto.

 

Resumo

A interface entre a dimensão espiritual e a saúde tem vindo a tornar-se uma área crescente na investigação nos últimos anos. A dimensão espiritual é descrita como sendo relevante na atribuição de significado ao sofrimento provocado por uma doença crónica, e também como um recurso de esperança face às mudanças no estado de saúde. O cancro é uma das doenças que ameaça o sentido de integridade da pessoa e, mesmo quando os sintomas físicos se tornam menos preocupantes, as questões espirituais que surgiram no processo da doença permanecem.

Com o presente estudo pretendeu-se analisar as diferenças da espiritualidade de acordo com as variáveis sócio-demográficas e clínicas num grupo de sobreviventes de cancro; avaliar a correlação entre as dimensões da espiritualidade e a qualidade de vida.

Material e método: Participaram neste estudo 426 pessoas que tinham tido uma doença oncológica. Os participantes preencheram um questionário sócio-demográfico, a escala de espiritualidade, e o QLQ-C30.

Resultados: Foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre as dimensões da espiritualidade e as variáveis sócio-demográficas e clínicas. Verificou-se um valor moderado, embora significativo entre a espiritualidade e a qualidade de vida. Infere-se que a espiritualidade é vista como um conceito único que está relacionado com a qualidade de vida, contudo permanece conceptualmente distinto.

Conclusão: Os resultados deste estudo reforçam a relevância de uma perspectiva integral do sujeito, quando objecto de cuidados de saúde. Torna-se necessária o desenvolvimento de investigação futura no sentido de validar estes mesmos resultados.

Palavras-chave: espiritualidade; sobreviventes de cancro; qualidade de vida.

 

Evaluation of cancer survivor's spirituality: implications on quality of life

Abstract

The intersection between spiritual dimension and health has become a research area of increasing interest in the last years. Spiritual dimension is described as relevant in the meaning attributed to the suffering related to a chronic disease, and also as a hope resource. Cancer is a life threatening condition and even when physical symptoms become less important, spiritual issues raised during the disease process remains.

This research paper aims to analyse the spirituality differences in a group of cancer survivor patients, according to clinic and socio-demographic variables, and assesses the correlation between spirituality and quality of life dimensions.

Material and Methods: The participants were 426 patients who had suffered from an oncologic disease. They filled up a socio-demographic questionnaire, a spirituality scale and the QLQ-C30.

Results: We found significant statistical differences between spirituality dimensions and socio-demographic and clinic variables. We noticed a significative although moderate value, between spirituality and quality of life. We can deduce that spirituality is faced as a notion related with quality of life, although conceptually distinct.

Conclusions: This research results emphasise the relevance of a global perspective of the patient. Other research works developed in this area, will be needed in order to validate these results.

Keywords: spirituality; cancer survivors; quality of life.

 

1. Introdução

A prevalência das doenças crónicas nos países ditos desenvolvidos vem evidenciar a inoperância de uma abordagem centrada exclusivamente na doença, pois há que perceber as consequências psicológicas, sociais e culturais no processo de gestão da doença. É neste sentido, que começam a surgir vários estudos que abarcam a dimensão espiritual dos indivíduos com doença crónica, nomeadamente o cancro (Johnson, 2002; Laubmeier, Zakowski e Bair, 2004; Meraviglia, 2006).

Apesar dos avanços no diagnóstico e tratamentos das doenças oncológicas terem permitido um aumento considerável de sobreviventes, este tipo de doença continua associado a uma representação social negativa (Powe e Finnie, 2003), o que leva a questionar o significado da vida, dado o confronto com a hipótese de finitude.

É neste âmbito que emerge a espiritualidade, como uma dimensão relevante do ser humano e que a diferencia de outros seres vivos.

 

2. Espiritualidade/saúde

Apesar da espiritualidade ser muitas vezes usada como sin