SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.serIII número7Úlceras por pressão: perceção dos familiares acerca do impacto emocional e custos intangíveisA exclusão do pai da sala de parto: uma discussão de género e poder índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Revista de Enfermagem Referência

versão impressa ISSN 0874-0283

Rev. Enf. Ref. vol.serIII no.7 Coimbra jul. 2012

http://dx.doi.org/10.12707/RIII11166 

O conforto do doente idoso cronico em contexto hospitalar: contributos para uma revisao sistematica da literatura

The comfort of the hospitalized older long-term patient: contributions to a systematic review of literature

El confort del paciente anciano cronico en contexto hospitalario: contribuciones para una revision sistematica de la literatura

 

Patricia Cruz Pontifice Sousa Valente Ribeiro*, Maria Arminda Mendes Costa**

* Enfermeira com a Especializacao em Enfermagem Medico-cirurgica. Mestre em Comunicacao em Saude. Doutoranda em Enfermagem na Universidade Catolica Portuguesa. Professora Adjunta na Escola Superior de Enfermagem de Sao Vicente de Paulo [patriciaps@ics.lisboa.ucp.pt].

** RN, MSc, PhD. FINE President. Professor Coordinator Chairman General Assembly - ESEP. Portugal. Researcher UNIFAI - ICBAS- UP. PortugaL [arminda@esenf.pt].

 

Resumo

Este artigo constitui o relatorio de um estudo com contributos para uma revisao sistematica da literatura (RS), centrado na tematica do conforto na pratica de cuidados de enfermagem ao doente idoso cronico hospitalizado. Diretamente relacionado com o fenomeno de conforto do doente idoso cronico hospitalizado, nao se encontrou qualquer trabalho em contexto nacional, verificando-se a existencia de poucos trabalhos de investigacao em contexto internacional, em amostras de doentes ou prestadores de cuidados/enfermeiros que procuram perceber as perspetivas/vivencias dos diferentes atores. O objetivo e determinar a melhor evidencia disponivel relativamente ao processo de conforto – estrutura, construcao e resposta do conforto - do doente idoso cronico hospitalizado – incluindo como participantes doentes idosos e enfermeiros/prestadores de cuidados, divulgando assim aspetos fundamentais da literatura. Na conducao desta RS foi utilizada a metodologia PI[C]OD e a tecnica de analise e integracao de dados por metasumario. Foram identificados apenas quatro estudos, cujos achados foram analisados e sintetizados. Embora os achados revelem algumas pistas, nao sao suficientemente conclusivos e especificos para dar resposta a questao central do estudo. Recomenda-se o desenvolvimento de investigacao que possibilite a compreensao da natureza do processo de conforto do doente idoso com vivencia de uma situacao cronica num contexto situacional de hospitalizacao.

Palavras-chave: conforto; idoso; hospitalizacao; revisao sistematica

 

Abstract

This article constitutes the report of a study which contributes to a systematic analysis review of the literature (RS) centred on the theme of comfort in the nursing care of the hospitalized older long-term patient. No work was found at the national level which directly connected with the comfort process of the hospitalized older long-term patient, while at the international level there exist a few investigations with samples of sick persons or care providers/nursing professionals which seek to access the perspectives/ experiences of the different players. The goal is to identify the best available evidence on the comfort process – structure, construction and response to comfort – of the hospitalized older long-term patient – including as participants aged persons and nursing professionals/care providers, revealing also fundamental aspects of the literature. The PI[C]OD methodology and the technique of analysis and data integration of meta-summary was used to guide the SR. Only four studies were identified and their findings were analyzed and synthesized. Although the studies reveal some ways forward, these are not sufficiently conclusive and specific to answer the study’s central question. We recommend the development of an investigation which allows understanding of the nature of the comfort process in relation to the older patient living with a chronic condition in a hospital context..

Keywords: comfort; aged; hospitalization; systematic review

 

Resumen

Este articulo corresponde al reporte de un estudio con contribuciones para una revision sistematica de la literatura (RS), y se centra en la tematica del confort en la practica de atencion de enfermeria al paciente cronico mayor hospitalizado. No se encontro ningun trabajo en el ambito nacional directamente relacionado con el fenomeno del confort del paciente cronico mayor hospitalizado, y se observo la existencia de pocos trabajos de investigacion a nivel internacional, en muestras de pacientes o prestadores de cuidados/enfermeros que buscasen entender las perspectivas/vivencias de los distintos actores. El objetivo de este trabajo es identificar la mejor evidencia disponible respecto al proceso de confort - estructura, construccion y respuesta de confort – del paciente cronico mayor hospitalizado – incluyendo como participantes a los pacientes mayores y enfermeros/prestadores de cuidados, divulgando asi, aspectos fundamentales de la literatura. En la realizacion de esta RS fue utilizada la metodologia PI[C]OD y la tecnica de analisis e integracion de datos por metasumario. Solo se identificaron cuatro estudios, cuyos resultados fueron analizados y sintetizados. Aunque los resultados revelen algunos indicios, estos no son suficientemente concluyentes y especificos como para responder a la pregunta central del estudio. Se recomienda desarrollar las investigaciones de forma a que permitan la comprension de la naturaleza del proceso de confort en el paciente mayor con una vivencia de situacion cronica en el contexto de hospitalizacion.

Palabras clave: confort; anciano; hospitalizacion; revision sistematica

 

Enquadramento do problema

Sabemos que o prolongamento da vida associado a uma diminuicao da fecundidade tem levado a um envelhecimento da populacao e que o envelhecimento demografico tem sido considerado como o fenomeno mais relevante nas sociedades desenvolvidas. Portugal enfrenta esta realidade e integra o grupo dos paises mais envelhecidos. Preve-se que venham a residir em Portugal quase tres idosos por cada jovem em 2060 (INE, 2009). Este aumento de longevidade causa um impacto profundo ao nivel da saude, nomeadamente nos idosos (pessoas com 65 e mais anos), colocando novos desafios e determinando novas necessidades em saude, “porque os idosos transportam consigo vulnerabilidade e dependencia, determinam estrategias de intervencao profissional marcadas pela singularidade que, ora se centram na monotonia e na repeticao de atos …ora escondem saberes que, por insuficientes observacoes sistematicas, nao tem sido explicitados …” (Costa, 2002), sendo um grupo vulneravel com grande utilizacao por parte dos cuidados de saude.

Este constante aumento da populacao idosa portuguesa obriga a uma maior e progressiva adequacao da prestacao de cuidados de saude suscetiveis de assegurarem o bem-estar aos idosos e proporcionarem uma melhoria da qualidade de vida. Sabe-se que o envelhecimento conduz a alteracoes especificas e relevantes da pessoa idosa, determinando nao so um aumento da populacao vulneravel as doencas cronicas e degenerativas, como tambem a repercussoes negativas na funcionalidade e debilidade dos mecanismos corporais, conduzindo a hospitalizacoes prolongadas e constantes (Oliveira, 2008; Yousefi et al., 2009).

Ao desconforto de estar doente sobrevem entao o stress do internamento, o que leva a vivencias de angustias, mal-estar, medos, expectativas, ambivalencias, ou desconfortos, que cada pessoa exprime de acordo com a sua individualidade e particularidade. Conforme temos oportunidade de verificar por estudos realizados, a hospitalizacao - situacao de transicao - e considerada um momento de stress para o doente idoso e familia, podendo representar diversas ameacas (Melleis, 2005; Silva, 2006; Oliveira, 2008; Yousefi et al., 2009).

Estar doente ou ter saude e um estado subjetivo, no entanto, numa situacao de doenca, a pessoa vivencia alteracoes e insatisfacoes das necessidades basicas que conduzem ao sofrimento e ao desconforto. As necessidades de saude dos idosos podem ser agravadas em situacoes de internamento, pelo que o enfermeiro devera ter a subtileza necessaria para fazer de cada encontro e de cada cuidado prestado, quer seja a higiene, o posicionar, entre muitos outros, uma ocasiao propicia para ajudar e proporcionar conforto.

Na medida em que os idosos sao uma populacao em crescimento numerico, saber intervir e cuidar junto desta populacao e fundamental, pelo que os cuidados de Enfermagem se devem centrar nas pessoas cujas necessidades nao sao satisfeitas por causa da doenca, ou que necessitam de ajuda para manter e promover a saude, o bem-estar e o conforto, como e o caso dos idosos hospitalizados (Silva, 2006). Autores como Melleis (2005) ou Kolcaba (2003) adiantam que a Enfermagem e considerada uma resposta humana de ajuda e conforto a pratica de cuidados, que tem a ver com experiencias de vida entr