SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número3Psicologia da saúde em PortugalSignificações parentais e adesão em psicologia pediátrica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possui artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Bookmark

Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Aná. Psicológica v.17 n.3 Lisboa set. 1999

 

A Psicologia da Saúde na revista 'Análise Psicológica': Estudo bibliométrico

 

Carlos Alberto Lopes (*)

Ezequiel Inácio Couto (**)

 

RESUMO

A revista 'Análise Psicológica' é a primeira e mais antiga publicação periódica de Psicologia em Portugal, editada pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA).

Este trabalho apresenta os primeiros dados obtidos no estudo biobliométrico realizado sobre a revista 'Análise Psicológica' no tocante à área de Psicologia da Saúde no período 1987-1996.

Os principais resultados foram os seguintes: Artigos publicados - No período analisado foram publicados 490 artigos distribuídos em 33 números, dos quais 80 classificados na área da Psicologia da Saúde, com uma média de 14,8 artigos/número; Colaborações e autores mais produtivos - O número total de autores foi de 84, com uma média de 0,95 artigos/autores. Dos 13 autores mais produtivos (com 3 ou mais artigos publicados no período assinalado), destacamos o índice de produtividade - 1,279 de José A. Carvalho Teixeira; estando a maioria dos autores afiliada a instituições universitárias; Categorias temáticas - Entre as 19 categorias temáticas consideradas, observa-se um certo equilíbrio entre o número de investigações básicas e trabalhos de índole clínica, com um evidente predomínio dos estudos metodológicos, seguindo-se temáticas no âmbito do Aconselhamento/Apoio Psicológico, Psicologia da Gravidez e da Maternidade, Prevenção da Doença e Promoção e Manutenção da Saúde.

Palavras-chave: Psicologia em Portugal, Psicologia da Saúde, Análise documental, Bibliometria, Análise de conteúdo.

 

ABSTRACT

The 'Análise Psicológica' journal is the first and oldest university specialized review in psychology in Portugal, edited by Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA).

In this study, a bibliometric analysis of the 'Análise Psicológica' (1987-1996), concerning the health psychology subject is presented.

Papers: in the period examined, 80 in a total of 490 articles distributed into 33 issues, classified in were the field of health psychology. The average number articles/issue was 14,8. Collaboration and Productivity of authors: Total signatures of authors were 84, the average number of articles/authors: 0,95. The 13 most productive authors (68,75%) (with three or more articles between 1987-1996) belong to the university world, with José A. Carvalho Teixeira showing the highest productivity index.

Thematic categories: Among the 19 categories considered, a balance between basic and clinical articles can be observed, with a marked predominance of methodology studies, psychological aspects of pregnancy, counselling and prevention and treatment of illness.

Key words: Portuguese Psychology, Health Psychology, Document analysis, Bibliometric studies, Content analysis.

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

REFERÊNCIAS

Carpintero, H., & Peiró, J. M. (1981). Psicologia contemporânea - Teoría y métodos cuantitativos para el estudo de su literatura cientifica. Valencia: Alfaplús.

        [ Links ]

Crane, D. (1972). Invisible colleges. Diffusion of knowledge in scientific communities. Chicago: University of Chicago Press.

Couto, E. (1998). Psicologia da Saúde na 'Análise Psicológica': Estudo bibliométrico. Monografia de Fim de Curso na Área de Psicologia Clínica (Área Temática de Psicologia da Saúde). Lisboa: Instituto Superior de Psicologia Aplicada.

Dias, M. R. (1994). Informar os doentes oncológicos. Uma perspectiva de intervenção. In T. M. Mclntyre (Ed.), Psicologia da Saúde: Áreas de intervenção e perspectivas futuras (pp. 139-155). Porto: APPORT.

Dias, M. R. (1997). O doente oncológico: Um actor participante? In J. L. Ribeiro (Ed.), 2.º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde - Actas (pp. 75-102). Lisboa: ISPA.

Ferreiro, L. (1993). Bibliometria (Anâlisis bivariante). Madrid: EYPASA.

Garfield, E. (1992). The uses and limitations of citation data as science indicators: An overview for students and nonspecialists. Current Contents, 26 (17), 3-5.

Leal, I. (1990). Nota de abertura. Análise Psicológica, 8 (4), 365-366.

Leal, I. (1997). Transformações sócio-culturais da gravidez e da maternidade: Correspondente transformação psicológica. In J. L. Ribeiro (Ed.), 2.º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde - Actas (pp. 201-214). Lisboa: ISPA.

Leal, I., & Teixeira, J. A. C. (1992). Nota de abertura. Análise Psicológica, 10 (2), 147-148.

Maça, L., & Trindade, I. (1997). Intervenção psicológica em programas de saúde escolar no sistema de cuidados de saúde primários. In J. L. Ribeiro (Ed.), 2.º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde - Actas (pp. 149-163). Lisboa: ISPA.

Matarazzo, J. D. (1980). Behavioral health and behavioral medicine. Frontiers for a new health psychology. American Psychologist, 35, 807-817.

Mclntyre, T. M. (1994). Psicologia da Saúde: Unidade na diversidade. In T. M. Mclntyre (Ed.), Áreas de investigação e perspectivas futuras (pp. 17-32). Porto: APPORT.

Mclntyre, T. M. (1996). Afinal o que é a psicologia da saúde? Psicologia: Teoria, Investigação e Prática, 2 (2), 162-169.

Neto, L. M. (1995). Scientific communication in family therapy and family psychology: Study of three journals and two electronic lists using bibliometríc, network a controversy analysis. Tese de Doutoramento apresentada à University of Massachusetts, Massachusetts.

Noyer, J.-M. (1995). Les sciences de l' inforrnation: bibliométrie, scíentométrie, infométrie. Rennes: Presses Universitaires de Rennes 2.

Pascual, J. (1981). Autores mas productivos en la psicologia actual. In H. Carpintero & J. M. Peiró (Eds.), Psicologia contemporánea - Teoria y métodos cuantitativos para el estudo de su literatura cientifica (pp. 79-92). Valencia: Alfaplús.

Price, D. I. (1963). Little science, big Science. New York: Columbia University Press.

Price, D. I., & Beaver, D. (1966). Collaboration in an invisible college. American Psychologist, 21, 10111018.

Simón, M. A. (1999). Fuentes documentales en psicologia de la salud. In M. A. Símón (Ed.), Manual de psicologia de la salud: Fundamentos, metodologia y aplicaciones (pp. 765-805). Madrid: Biblioteca Nueva.

Ribeiro, J. L. (1994). A Psicologia da saúde e a segunda revolução da saúde. In T. M. Mclntyre (Ed.), Psicologia da Saúde: Áreas de intervenção e perspectivas futuras (pp. 33-53). Braga: APPORT.

Ribeiro, J. L. (1997a). A promoção da saúde e da qualidade de vida em pessoas com doenças crónicas. In J. L. Ribeiro (Ed.), 2.º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde - Actas (pp. 253-282). Lisboa: ISPA.

Ribeiro, J. L. (1997b). A promoção da saúde de toxicodependentes em recuperação. In J. L. Ribeiro (Ed.), 2.º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde - Actas (pp. 341-355). Lisboa: ISPA.

Ribeiro, J. L., & Leal, I. (1996). Psicologia clínica da saúde. Análise Psicológica, 14 (4), 589-599.

Rogado, T., & Teixeira, J. A. (1997). Intervenção psicológica na educação para a saúde no sistema de cui-dados de saúde primários. In J. L. Ribeiro (Ed.), 2.º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde - Actas (pp. 169-177). Lisboa: ISPA.

Sáiz, M., & Sáiz, D. (1994). Análisis bibliométrico de la revista 'Anuário de Psicologia'. Una aproximación a un cuarto de siglo de psicologia en la Universidade de Barcelona. Anuário de Psicologia, 63, 25-46.

Seabra, A., & Gomes, I. B. (1992). Intervenção psicológica na prevenção da SIDA. Análise Psicológica, 10 (2), 191-197.

Teixeira, J. A. C. (1992a). Psicologia da saúde: Estudo actual e perspectivas futuras. Análise Psicológica, 10 (2), 149-156.

Teixeira, J. A. C. (1992b). Psicologia da saúde no ISPA. Análise Psicológica, 10 (2), 252-259. Teixeira, J. A. C. (1993). Psicologia da saúde e SIDA. Lisboa: ISPA.

Teixeira, J. A. C. (1996). Comunicação e cuidados de saúde - Desafios para a psicologia da saúde. Análise Psicológica, 14 (1), 135-139.

Teixeira, J. A. C. (1997). Formação em psicologia da saúde. Experiência do ISPA e necessidades de formação para o desenvolvimento da psicologia da saúde em Portugal. In J. L. Ribeiro (Ed.), 2.º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde - Actas (pp. 371 -383). Lisboa: ISPA.

Teixeira, J. A. C., & Leal, I. (1990). Psicologia da saúde - contexto e intervenção. Análise Psicológica, 8 (4), 453-458.

Weinman, J. (1990). Health Psychology in the 1990's. In P. Drenth (Ed.), European perspectives in psychology (Vol. 2, pp. 153-167). Chichester: John Wiley.

 

(*) Centro de Documentação do Instituto Superior de Psicologia Aplicada, Lisboa. Clopes@ispa.pt

(**) Psicólogo Clínico.